Dor no joelho, causas e tratamentos naturais

Dor no joelho, causas e tratamentos naturais

Dor no joelho, causas e tratamentos naturais

A dor no joelho é uma alerta que exige atenção, pois é um indício que o corpo mostra de que algo pode estar errado neste local e precisa de verificação médica e cuidados adequados.
Em alguns casos, pode acontecer de um esforço físico que você fez possa causar um incômodo, uma condição de sobrepeso ou desgaste da articulação, não indicando gravidade e sendo tratada com facilidade.
Outras vezes, porém, se uma dor no joelho impede alguém de caminhar naturalmente ou se prolonga pode indicar algo mais sério, a exemplificar ligamentos rompidos, artrite, dentre outros. O profissional que faz essa avaliação é o ortopedista.

Algumas doenças no joelho

Artrite e osteoartrite;

Cisto de Baker;

Articulações infeccionadas

Distúrbios do tecido conjuntivo

Distensão ou entorse.

Tumores nos ossos

Tendinites

Rompimento dos ligamentos e das cartilagens

Luxações patelares e lesões que causam dor no joelho

Síndrome da faixa iliotibial;

Bursite;

Doença de Osgood-Schlatter

Existe uma predisposição a dores no joelho?

Existe sim. Há pessoas que apresentam fatores de risco como:
O excesso de peso pode aumentar a sobrecarga que as articulações dos joelhos fazem para que nós possamos andar, correr, e se movimentar de maneira geral.
Anormalidades na estrutura corpórea como podemos citar joelhos desalinhados e uma perna mais curta ou mais grossa do que a outra.
Prática errada de alguns esportes que também sobrecarregam os joelhos, portanto é necessário fazer exercícios com o acompanhamento de um profissional qualificado.
Já ter tido algum tipo de problema ou lesão no joelho pode ser um fator que reincide novas dores no local.
Falta de flexibilidade, deixando as cartilagens do joelho mais duras. Uma boa solução para isso são os treinos funcionais, de flexibilidade e alongamento.

Tratamentos naturais

-Aloe vera ou babosa: descasque-a, corte em pedaços menores e bata no liquidificador juntamente com raspas da casca de laranja. Adicione depois de batido, barro vermelho e mel. Coloque nos joelhos à noite e deixe secar por 30 minutos. Lave bem.

-Abacate: seque as sementes do abacate e processe-as até ficar em forma de pó. Esquente mel e adicione ao pó do abacate. Coloque esta pasta no joelho.

-Goiaba: corte algumas goiabas bem maduras e acrescente um litro de água fervida. Deixe em repouso por 3 horas e beba. Repita diariamente de 15 a 90 dias.

-Limão: corte o limão e passe na área do joelho, massageando bem.
-Alimentação em geral: consumo equilibrado de proteínas, vitaminas, carboidratos, minerais, cálcio. Evite alimentos industrializados.

 Kombucha: para as articulações, a fermentação também produz glucosamina, um ácido que previne dores e preserva o colágeno e a cartilagem em regiões como quadril, mãos, ombros e joelho.

-Compressa gelada: com uma toalha sobre os joelhos, coloque um saco de gelo fragmentado por cerca de 15 a 20 minutos, de 2 a 3 vezes por dia.

-Repouso: descansar os joelhos e colocar as pernas para cima ajudam a diminuir as inchações. Ao perceber dores, não force e pare para descansar e aliviar a dor.

-Uso de calçados adequados: parece besteira, mas não é. O uso de sapatos corretos e confortáveis para seus pés auxiliam a movimentação dos pés, e consequentemente, dos joelhos.

De olho nos sintomas

Inchaço e rigidez muscular;

Dificuldade para caminhar;

Fraqueza ou instabilidade;

Incapacidade para endireitar ou esticar totalmente o joelho;

Vermelhidão e calor ao mínimo toque na região do joelho;

Curiosidades

O consumo de um dente de alho em jejum para fortalecimento dos ossos.
Também o consumo de 2 ou 3 cubos de babosa (aloe vera) todas as manhãs evita dores nas articulações.
Nem sempre os tratamentos naturais podem ser suficientes. Tudo vai depender da situação da dor no joelho e tipo de problema desenvolvido. Portanto, nunca tome analgésicos e afins sem orientação do médico.
Algumas vezes é necessário o trabalho do ortopedista juntamente com o de um fisioterapeuta para solução de algumas doenças.

Gostou no artigo? Já teve dores no joelho? Conte-nos. Boa leitura e até breve!

Siga-nos no Facebook: Tempo de mãe

Envie seu comentário