Dieta Low Carb

Dieta Low Carb

Dieta Low Carb

Uma das formas de perder peso mais procuradas do momento é a dieta low carb. Esse termo vem do inglês e significa “baixo carboidrato”, ou seja, é um tipo de dieta baseada em pouca ingestão de alimentos que fornecem energia, como arroz, batata, massas e doces.

Há algumas variações desse tipo de dieta, algumas são mais radicais e outras mais flexíveis. Porém, todas elas consistem na substituição de boa parte do carboidrato das refeições pelas proteínas.

Deseja saber mais sobre como funciona a dieta low carb? Continue lendo este artigo para aprender mais sobre ela e quais são as suas vantagens e desvantagens.

Como funciona a dieta low carb?

A dieta low carb é o termo usado para qualquer variação de dieta com alta restrição de carboidratos, como, por exemplo, as dietas Atkins e Dukan.

Em uma refeição comum, a porcentagem de hidratos de carbono que costumamos ingerir é de mais ou menos 50% do total de nutrientes do prato. A proposta da dieta low carb é reduzir essa quantia para no máximo 20%.

A substituição dos carboidratos das refeições deve ser feita por proteínas de alto valor biológico, preferencialmente. Essas proteínas são aquelas que contém os aminoácidos necessários para a formação dos nossos tecidos e hormônios e que ajudam a melhorar o metabolismo e o funcionamento do organismo em geral.

O que comer e o que não comer?

O que comer na dieta low carb: carne vermelha magra, aves, peixes, ovos, laticínios. Em algumas fases da dieta, dependendo da variação escolhida, é permitido comer vegetais e frutas com pouca frutose, como o morango e a cereja.

O que não comer: doces, frutas calóricas, álcool, iogurte adoçado, alimentos com farinha de trigo, mesmo que integral e grãos como feijão, lentilha, ervilha e grão de bico.

Quais as vantagens da dieta low carb?

A grande vantagem das dietas low carb é a perda rápida de peso. O resultado é bem visível já nas primeiras semanas. É possível perder até 4kg por semana, variando de pessoa para pessoa.

Essa perda acelerada de gordura corporal acontece por conta da alta restrição de energia, que seria obtida por meio da ingestão normal de carboidratos em uma alimentação sem dieta.

Mas, apesar da retirada de boa parte desse alimentos fornecedores de energia, a ingestão de proteína é liberada. Ou seja, quem seguir a low carb não vai precisar passar fome, outra ótima vantagem.

Os temidos níveis de glicose, colesterol ruim e triglicérides, que geralmente são altos em pessoas obesas ou com sobrepeso, despencam ao longo da dieta com carboidrato mínimo. Além disso, a pressão arterial também pode diminuir um pouco.

Quais são os seus efeitos colaterais?

Apesar de todos os excelentes benefícios da dieta low carb, é bom ter atenção aos seus possíveis efeitos indesejados para que eles não comprometam os resultados no processo de emagrecimento.

Por conta da ingestão extremamente reduzida de glicose, o organismo metaboliza ácidos graxos, que se transformam em moléculas de cetona, o que causa mau hálito.

Outro efeito colateral notável da dieta low carb é a indisposição e falta de energia causada pela falta de carboidratos. Ao longo da dieta esse problema tende a diminuir bastante, porque os carboidratos vão sendo inseridos aos poucos no cardápio com o decorrer do tempo.

A queda de cabelo e o enfraquecimento das unhas também são problemas comuns, mas que podem ser revertidos com o uso de polivitamínicos e poliminerais, que podem ser ingeridos normalmente, pois não engordam.

As dietas low carb podem solucionar o problema do excesso de peso rapidamente, por isso são muito atrativas. Porém, como vimos, podem trazer problemas, então, antes de iniciar qualquer dieta, não deixe de consultar o seu médico ou nutricionista.

Leia também: Jejum intermitente

siga-nos no facebook: tempo de mãe

Envie seu comentário