Como acabar com pulgões

Como acabar com pulgões

Acabar com pulgões não é uma tarefa muito fácil, os pulgões muito conhecidos como piolhos-das-plantas, são insetos que se alimentam da seiva das plantas.
Esses “piolhos” transmitem doenças que causam muitos prejuízos a agricultores.
Os pulgões possuem uma tendência natural de se desenvolverem em regiões temperadas e tropicais.
Um predador destes insetos são as joaninhas.

Como acabar com  pulgões e como eles agem nas plantas?

Quando atacadas pelos pulgões, as folhas das plantas ficam enrugadas devido à sucção da seiva.
Assim, a planta lesionada é impactada no seu crescimento e na sua produtividade, afetando também os órgãos reprodutores: flores e frutos.
Logo, ao se perceber a presença destes insetos em uma planta, é necessário que a infestação seja controlada.
Uma dica importante é a plantação de dentes de alho ao redor das plantas, pois eles agem como um repelente natural dos pulgões.

Quais as causas de ataques de pulgões às plantas?

Pesquisadores e biólogos relataram em estudos que quando a planta é atacada se deve a algum tipo de desequilíbrio fisiológico da planta, ou seja, a planta não está tão forte, saudável e nutrida o suficiente, sendo assim alvo fácil para estes insetos.
É importante que sejam feitas cortes e podas de limpeza das plantas sempre que necessário, regá-las e adubá-las corretamente, limpar suas terras em volta, bem como colocar calcário para fortalecê-la.

Receitas para controle das infestações por pulgões

1. Água de fumo com sabão:

Pulveriza a planta com esta mistura todos os dias até que não se observe mais os insetos na planta. Para a mistura use: 1 litro de água, 10 cm de fumo de rolo, ralado e ½ sabão em barra, ralado.
-Dilua todos os ingredientes e deixe por 24 horas para apurar e concentrar a mistura.

2. Cozimento de alho e cebola:

Cozinhe o alho inteiro e as cascas de cebola em 500 ml de água. Deixe ferver, esfriar e filtrar, e logo após comece a utilizar nas plantas.

3. Infusão de várias ervas:

Coentro, salsa, manjericão, cavalinha, entre outras. Coloque uma mão cheinha de ervas para 1 litro de água fervente. Deixe de molho. Depois de frio, coe e utilize.

4. Água de pimenta:

Processe no liquidificador algumas pimentas juntamente com 2 copos de água. Deixe em descanso por 12 horas. Coe então a mistura, e coloque mais 1 copo de água.
-Dê preferência a colocar esta mistura nas plantas durante a noite, 1 a 2 vezes por semana para poder acabar com pulgões.

5. Folhas de urtiga:

Colocar alguns ramos de urtigas verdes dentro da água durante 10 dias. Mexe-se esse molho diariamente com o cuidado de não tocar na urtiga com as mãos, pois é uma planta que causa coceira.
-Quando as folhas se soltarem do caule, pode colocar o preparo nas plantas.

6. Extrato de alho e sabão:

Usa-se para esta mistura 100 gramas de alho, meio litro de água, 10 g de sabão de coco e 2 colheres pequenas de óleo mineral. Amasse o alho e adicione o óleo. Deixe esta mistura descansando por 24 horas.
-Em outro recipiente, coloque a água e o sabão de coco e deixe que vire uma mistura bem líquida até o sabão se diluir na água completamente.
-Adicione a esta mistura, o preparado de alho e óleo. Por fim, dilua tudo em 10 litros de água, e pulverize sempre à noite.

Curiosidade sobre a pulverização durante a noite

As pulverizações e remédios para tratamento dos pulgões devem ser feitas à noite por um motivo bem simples: de dia o sol age junto com o remédio e queima intensamente as plantas.
E aí gostou das dicas? Repasse-as e utilize-as. Cuide de suas plantas com muito carinho e vamos  acabar com pulgões de uma vez por todas.

Leia também: Adubos orgânicos e como utilizar

Siga-nos no Facebook: Tempo de mãe

Envie seu comentário